top of page
  • Foto do escritorBianca Imbroisi

Os erros e acertos da sucessão familiar: com a palavra, o herdeiro da Droga Raia*




 

O artigo aqui descrito traz uma situação mais que comum, o processo de transição e sucessão em empresas. Por mais que de maneira intuitiva o processo de sucessão pareça ser natural, este não é trivial. Os diversos elementos que compõe uma sucessão tornam a gestão do seu processo um assunto necessário a ser debatido, estudado, planejado e programado na sua execução. A diferença de visão entre fundador e sucessor, a própria evolução do negócio ao longo do tempo, mudanças culturais, relacionamentos fora da empresa (família) são algumas das componentes que colocam este processo numa etapa sensível da empresa e carente de apoio externo para sua conclusão.

         Os pontos que Antônio Carlos, ex-presidente do grupo Raia Drogasil, traz na matéria são positivos em demonstrar como este processo é sensível e indefere do tamanho do negócio, seja ele grande ou pequeno. A história já começa com uma situação comum que é a segregação. O primeiro conjunto de farmácias (7 unidades) foram separadas em dois grupos, sendo o conjunto de 5 unidades, nas mãos de Arthuro que deram a formação da empresa atual.

         Numa segunda etapa, as afirmações de “...sua ideia não era sequer trabalhar no negócio” e a “Essa geração sem nenhuma regra definida não sabia claramente o que era sócio, muito menos conselheiro, porque nem existia conselho. Não sabia o que era executivo”, relatam a importância do entendimento de uma estrutura de papéis claros dentro da empresa, associada uma governança que possa trazer robustez nos interesses do grupo, preservando caraterísticas do negócio e família.

          Negócios na área de saúde, incluindo também o empreendedorismo médico, também podem se beneficiar de jornadas de sucessão.  O desenvolvimento de estruturas de governança dentro do negócio, a real formatação no conselho de família (caso necessário) e a inserção de demais profissionais que atuam no atendimento do negócio dentro de uma jornada societária, fazem com a chances de sucessão do negócio aumentem.

         Como consultoria, nosso produto de sucessão justamente aborda esses tópicos. Nos preocupamos e executamos planos para que estes tópicos sejam tratados. A parte de estratégica cria jornada para profissionais de saúde e desempenhos financeiros. Já nosso departamento de DHO fica responsável em estabelecer a governança, seja pelo apoio no desenvolvimento de regras, como também na formatação de uma estrutura que traduza todos estes interesses.

         Negócios em saúde tem se beneficiados desse suporte que temos dado, mudando um paradigma do setor. Estamos conseguindo apoiar profissionais da darem continuidade em seus negócios e transpassarem seu momento de atuação. Levando toda a técnica e saúde criada e desenvolvida a demais gerações.

 

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

תגובות


bottom of page